domingo, 30 de março de 2014

Uma aula de pseudociência

Por vários motivos, pseudociência não deve ser acolhida em universidades prestigiosas. Na verdade não deveria entrar em instituição alguma que se pretenda séria.
Depois do evento sobre Saúde Quântica, fiquei muito curioso em relação a que significado os proponentes dão ao tema. Trabalho com Física Quântica há 30 anos e não consigo entender o que isso pode ter a ver com saúde. Encontrei no YouTube uma aula dada pelo Engenheiro Wallace Liimaa (não, meu teclado não está com defeito, ele escreve assim mesmo) num programa de pós-graduação da UNIFESP. O Professor Liimaa é provavelmente a maior referência em Saúde Quântica no Brasil. No entanto, mesmo tendo prestado bastante atenção na aula toda (requer tempo e uma boa dose de paciência) não é possível entender o que significa saúde quântica. O que aprendi é que o Professor Liimaa tem um entendimento bastante limitado e confuso da Física Quântica. A aula inclui um amontoado de conceitos errados, equivocados ou fora de contexto, apesar de fazer referência a cientistas historicamente importantes e usar termos corretos. Trata-se de pseudociência na sua forma mais pura: um monte de baboseiras ditas com um linguajar sofisticado que parece cientifico, vagando entre agricultura orgânica, autoajuda, new age e intelligent design. Quase nada de Mecânica Quântica. O que realmente não consegui entender é como isso se tornou uma aula num programa de pós-graduação de uma das melhores universidades do Brasil.


Para que você não precise assistir a toda a aula vou apontar algumas das passagens mais bizarras. 
Perto de 6:20 "Temos hoje, com o auxílio da Física Moderna, [evidências] de que o universo também se comporta como um ser vivo e que nossa mente é o veículo dessa comunicação com o universo".
Isso não é uma consequência de Física Moderna. Esse padrão vai se repetir ao longo da aula: afirmações pseudocientíficas atribuídas a conceitos da Física Quântica.
Perto de 16:00 "O que isso [a Física Quântica] tem a ver com saúde? O universo na sua linguagem energética e vibracional, aí vamos compreender que uma inteligência regeu essa orquestra sinfônica universal por bilhões de anos" Isso é uma versão não-religiosa de intelligent design, mas não tem nada ver com Física Quântica. Aqui ele mostra que além de não entender a Física Quântica ele não entende o que é a Teoria da Evolução. E me convenceu definitivamente que intelligent design não precisa obrigatoriamente ser baseado em visões religiosas, apesar de frequentemente o ser. Aprendi alguma coisa.
Perto de 19:00 "Do ponto de vista quântico e relativístico nós vivemos em um universo que é uma melodia, e nosso corpo também é uma melodia complexa. De um ponto de vista energético e vibracional nós estamos aqui para ser felizes.". Não é possível entender como a Mecânica Quântica e a Relatividade implicam em uma melodia ou levam à felicidade, exceto pelo prazer que temos quando conseguimos achar a solução para algum problema complexo.
Perto de 21:00 "A Física Moderna está nos apontando um caminho de olhar para o ser humano em todas as suas dimensões" Isso não significa absolutamente nada e não é uma consequência da Física Moderna.
De 22:00 a 30:00 Mais argumentos de intelligent design.
30:00 "Do ponto de vista quântico relativístico uma doença é uma oportunidade". Não consigo imaginar em que livros o professor aprendeu Mecânica Quântica ou Relatividade, mas nos que eu conheço não há ligações entre esses assuntos, doenças e oportunidades. 
32:40 Ele tenta falar de Emaranhamento Quântico, e ligar isso a dor (!?)
35:50 "O mundo quântico diz: toda ação volta para si própria" Nos bons livros de física quântica não há nenhuma afirmação desse tipo.
40:30 "Do ponto de vista quântico a realidade é a nossa percepção da realidade.... Mude suas estruturas de crença e a realidade muda." Isso é uma das crenças new age mais difundidas que não tem suporte algum na Mecânica Quântica. A realidade não depende de nossas crenças (ainda bem).
43:15 "Essa é a perspectiva quântica de saúde: estimular cada um a ser um cientista." Cada vez entendo menos.
1:01:30 "Niels Bohr mostrou que quando um elétron salta de um nível para outro ele desaparece aqui e aparece aqui, mas não é possível encontrá-lo entre as órbitas. Onde ele foi parar? Esse é um dos paradoxos da Física Moderna. O elétron não está aqui. Ele foi para outra dimensão." Paradoxo para ele que não entende o básico de física atômica. Um bom aluno de graduação em Física sabe o que acontece com o elétron durante uma transição. Basta calcular a evolução da função de onda ao interagir com o dipolo elétrico oscilante para entender que ele não vai para outra dimensão. Tem até uma animação excelente em Java que mostra onde está o elétron durante a transição. Não há paradoxo algum. Mas para entender isso é preciso conhecer um pouco mais do que mecânica quântica de almanaque.
1:02:50 "O salto quântico é uma mudança súbita de percepção, assim como as curas quânticas, milagrosas." Então tá...
1:04:45 "Temos uma impressão digital e também temos uma [impressão digital] energética e vibracional." Será que isso é a tal saúde quântica? 
1:08:25 "O modelo quântico de saúde é uma medicina integral, entre corpo e espírito." Não era...
1:13:00 "A perspectiva quântica da saúde muda o cenário: ela é saúde, não doença." Cada vez entendo menos...
1:13:30 "Em Recife tem um plano de saúde interessado num hospital quântico". Essa é das melhores. Um plano de saúde quântico!!!
1:13:50 "O que é um hospital quântico?" Infelizmente quando o Prof. Liimaa ia responder sua própria pergunta alguém o interrompeu. Ficaremos sem saber.
1:17:20 "Os físicos chamam: é o colapso da função de onda: você tem medo de ousar, de fazer uma coisa diferente". Não é possível entender o que ousadia tem a ver com colapso da função de onda.
1:20:00 "A UNIFESP é uma das melhores universidades do país.". Precisei esperar 1:20h para ouvir uma coisa que faz algum sentido. 

Não tenho ideia de como o Prof. Liimaa conseguiu infiltrar sua aula num programa de pós-graduação numa das melhores universidades do país. Não sei qual programa de pós forma seus estudantes em "Saúde quântica". Só espero que alguém na UNIFESP, preocupado com a qualidade científica de sua instituição, um dia convença a coordenação do programa de pós que uma universidade séria não deve oferecer aulas de pseudociência.

Upideite 31/03/14: Não se trata de um programa de pós-graduação, mas de um curso de extensão (que no Brasil gostam de chamar de pós-graduação lato senso). Continua estranho uma universidade séria emprestando seu prestígio para validar pseudociência. 

16 comentários:

none disse...

Eu sei qual a ligação da Mecânica Quântica com saúde e dor.

*Eu tenho um amigo que manja de Mecânica Quântica e escreve um blogue;
*Ele viu um vídeo sobre Mecânica Quântica e Saúde e escreveu em seu blogue transcrevendo os trechos do vídeo;
*Eu li no blogue dele os trechos transcritos;
*Isso me causou perda de neurônios e muita dor psicogênica.

Pronto, aí a ligação. : )

[]s,

Roberto Takata

Anônimo disse...

Boa tarde Professor,

Eu acho que existe um universo paralelo e tem muita gente vivendo lá. Diria mais estudando e se tratando também ou talvez eu precise rever meus conceitos?
O exemplo da explicação de onde foi parar o átomo no momento da transição s vezes me parece uma versão " onde está Wally quântica". Enfim bastante confuso pra mim pelo menos.

Náo desista Professor precisamos nos referenciar em conceitos concretos e desde já meus sentimentos pois mataram a física quântica neste curso.

ABS

Catia R. Silva

Magno Quintano disse...

Prezado professor, é muito fácil pegar um conceito científico tão complexo quanto a Teoria Quântica, que apesar dos quase cem anos de sua proposição, há muitas lacunas, e, exatamente por tais lacunas, usá-la como base para argumentos místicos. Já li algo sobre a Teoria das Infinitas Possibilidades, que creio não ser um conceito científico, claro. Mas, mas acho tudo tão vago que criei a Teoria da Infinitas Impossibilidades:

"Aquele acidente fatal, uma fração de segundo a mais ou a menos, uma rota alternativa, um pneu furado e etc. São infinitas possibilidades. Mas, e se a fatalidade for um evento dinâmico, que se move junto das infinitas possibilidades? Chegou a hora e acabou! Não temos como fugir, então, pois já está tudo dinamicamente traçado. Assim, nossas escolhas, metas, foco, caminhos e decisões, e, até nosso esperar, não tem como mudar. Viver assim é meio desolador. Um mundo de infinitas impossibilidades… Sem livre arbítrio, e prisioneiro da ilusão de liberdade."

Limites! Ao homem é imposto limites, para que ele sempre se questione, afim de encontrar o verdadeiro sentido de sua existência. A Teoria Quântica surgiu para tentar explicar um desses limites. Nossa capacidade cognitiva é limitada como o carregamento de uma bateria de celular. No início, a carga se dá de maneira muito rápida, pois sua resistência elétrica está baixíssima... Mas à medida que seu carregamento se aproxima da capacidade máxima, fica mais difícil de receber mais carga, até que ela fica plena, não recebendo mais carga alguma, então. O conhecimento humano já beira a plenitude. Nada mais de anos do milagre científico, como aconteceu nas épocas de Isaac Newton ou Albert Eisten.

Jairo Grossi disse...

Olá professor(que deve ser chamado assim não por ser um treinadorzinho de jogadores de futebol semi-analfabetos, mas porque estudou MUITO para merecer tal título)
Sério. Nem nos blogs de humor eu tenho me divertido tanto quanto nestes achados seus sobre estes tipos de gente que se propõe a falar sobre Física Quântica, como se estivessem dando um palpite na escalação de um time.
É muito irônico, e seria muito mais engraçado se não fosse uma turminha de gente que pensa estar falando sério. Se for charlatanismo, de gente que percebe que é fácil usar as lacunas da quântica para tentar ganhar um dinheirinho vendendo um livrinho qualquer,ou dando estas palestras, pelo menos que deixassem de usar instituições que pretendem ser reconhecidas por divulgarem ciência com seriedade.
Fico eu aqui rindo, e ao mesmo tempo preocupado em pensar como está fácil conseguir um público de pessoas que, escutando alguma coisa que não entendam bem, não se questionem se aquilo tem uma base confiável, e se deixem levar pela fala. Lembro-me de uma novela que tinha um prefeito (Odorico Paraguaçu) que fazia discursos usando palavras complicadas, e o povo, uma gente simples e sem estudo, aplaudia o prefeito mesmo sem entender nada do que ele estava dizendo.

É chavão, mas estamos precisando urgentemente investir mais em Educação.
Parabéns. Continue nos brindando com essas pérolas pseudocientíficas. Nem sei como o professor LLLiiimmmaaa ainda não se defendeu por aqui.
Abraço.

André Góis disse...

Cada vez mais isso me preocupa! Se tem gente dentro de universidade que promove esse tipo de coisa, daqui alguns anos ciência verdadeira vai virar coisa mitológica. Também fiz mestrado em química quântica e me irrita muito ver como tem gente que usa os termos da ciência pra promover qualquer coisa.
E esse é só um exemplo. Tem muito mais pra gente se irritar.
E pior mesmo é terráqueos ouvir depois que se uma universidade como a Unifesp dá esse curso, não pode ser errado.....triste.

Cátia R. Silva disse...

Realmente o universo é quântico...rsrs...veja: www.emagrecimentoquantico.com

A resposta? Entrelaçamento de ondas cerebrais

Aguardo seus comentários Professor

Leandro R. Tessler disse...

Maravilhoso. Na verdade tudo o que se refere a dietas constitui um terreno fértil para a pseudociência. Em algum momento escreverei sobre o assunto.

Roelf Cruz Rizzolo disse...

Caramba..., Leandro, isso não é coisa do CeHFi da UNIFESP? Faz uma visita na área de espiritualidade e saúde :)
Acho que tem tudo a ver com a fantástica palestra quântico-médica.
Abraço!

Anônimo disse...

Vocês jamais vão entender das infinitas possibilidades Universais, da complexidade do nosso Ser (corpo\mente\espírito)baseados em conceitos retrógrados, newtonianos, Vocês realmente acham que o Universo gira em torno do ego-primitvo de vocês? kkk Não basta ser físico, qualquer um pode ter um diploma de qualquer área que seja, mas sentir a realidade a nossa volta é só para os corajosos, que enfrentam a sua própria ignorância! Sem humildade não existe conhecimento, só promoção de ego! O futuro não é mais como era antigamente... kkk Luz! Namastê

Magno Quintano disse...

Anônimo, todos tem liberdade para acreditar
nas bobagens que quiser. Mas que estes sejam, pelo menos, originais. Não queiram embasar conceitos espiritualistas com argumentos quânticos. Mecânica Quântica não tem nada a ver com espiritualidade. Bem, mas isso já é antigo. Basta dar uma olhadela na relação que o kardecismo fez com o éter luminífero.

Jairo Grossi disse...

Falando em pseudociência, vejam o que encontrei em uma chamada do meu facebook. Será possível? A USP (mais uma vez em parceria com a UNIFESP) sendo usada para esses fins?

USP comprova: Energia liberada pelas mãos tem o poder de curar.

Um estudo desenvolvido recentemente pela USP (Universidade de São Paulo), em conjunto com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), comprova que a energia liberada pelas mãos tem o poder de curar qualquer tipo de mal estar.

A constatação no estudo de que a imposição de mãos libera energia capaz de produzir bem-estar foi possível porque a ciência atual ainda não possui uma precisão exata sobre esse efeitos. “A ciência chama estas energias de ‘energias sutis’, e também considera que o espaço onde elas estão inseridas esteja próximo às frequências eletromagnéticas de baixo nível”, explicou o pesquisador Ricardo Monezi, na Faculdade de Medicina da USP.

Desculpem minha ignorância, mas alguém poderia me explicar o que seriam exatamente essas frequências eletromagnéticas de baixo nível?

Os links:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=832228016797383&set=a.195778477109010.45111.100000305778943&type=1&theater

http://portal.rac.com.br/noticias/index_teste.php?tp=correio-escola&id=%2F107097&ano=%2F2011&mes=%2F11&dia=%2F25&titulo=%2Fpesquisa-revela-poder-da-energia-liberada-pelas-maos

Anônimo disse...

Todas as universidades estão indo fundo na pseudociência. Inclusive a UNB hoje já estuda a astrologia e a paranormalidade. Não sei nada de física, muito menos quântica, sou apenas uma curiosa, mas assisti os videos do Prof e Físico Quântico Laercio Fonseca e fiquei muito impressionada.

Magno Quintano disse...

Cansei de recebê-los.

güi vieira disse...

é igual aquele pastor espertinho que lê a bíblia para os seus tolos ouvintes de um jeito que eles acham que o cara sabe muito e as interpretações são as mais confusas

Anônimo disse...

Anonimo
Felizmente que vozes de burro não chegam ao céu.
Charlatão porquê?
Sempre a mania de falar mal. Eu não acho nada que o senhor pf. seja charlatão. Muito antes pelo contrário. Os seus conselhos são uma ajuda preciosa para quem quer evoluir.
Tenha juízo. Não gosta não coma, mas não julgue, não critique e não condene.
Saúde meu caro.

Leandro R. Tessler disse...

Caro Anônimo,
Escolha um dicionário on-line e verifique o significado da palavra charlatão.
Deve ser o suficiente.

Creative Commons License
Os direitos de reprodução de Cultura Científica são regulados por uma Licença Creative Commons.